Arquivo de etiquetas: maturidade; independência; independência emocional

AMOR OU DEPENDÊNCIA EMOCIONAL?

 

 

(Autoria de Eliana Barbosa)*

Será que, em seus relacionamentos, há amor ou dependência emocional?

Este é um conflito interior vivido por muitas pessoas, em especial pelas mulheres – apegam-se a qualquer um, querem ser “mãezonas”, aceitam tudo para não perder a atenção e o apoio daqueles com quem convivem e, muitas vezes, se submetem até aos abusos verbais e físicos para não ficarem sozinhas. Isso não é amor!

A dependência emocional ou Transtorno da Personalidade Dependente é um padrão de comportamento  submisso, relacionado a uma necessidade excessiva de proteção e cuidados.

É típico das pessoas “boazinhas”, incapazes de dizer “não” àquilo que  discordam, temendo ser desaprovadas. Aceitação e reconhecimento são importantes para o dependente emocional, porque, sem autoconfiança e autoestima, ele não acredita em seu valor.

Ele tem dificuldade em tomar decisões e tendência em responsabilizar os outros por tudo. Não entende o quanto é especial, e acaba vítima de uniões ou amizades tóxicas, pois precisa ter alguém ao seu lado para se sentir completo.

Sua carência afetiva e insegurança se originaram de uma infância de rejeição, negligência ou abandono, ou mesmo de pais que não admitiam erros e exigiam perfeição.

Essa dependência em relação às pessoas é tão destrutiva quanto a dependência de drogas ou álcool, de sexo, ou compulsão alimentar.

Quem vive a dependência emocional sente que “antes mal acompanhado do que só”, o que é uma lástima para a própria autoestima.

E, neste processo de anulação de sua vida para garantir a companhia de um parceiro, dos filhos ou dos amigos, o dependente emocional, sem perceber, vai se tornando depressivo e decepcionado porque, apesar de se doar tanto, geralmente só recebe ingratidão, críticas e menosprezo.

Então, para sair desse círculo vicioso de “dar amor imaturo e receber desprezo”, e se libertar dessa dependência, fortalecendo sua autoestima, costumo recomendar a Psicoterapia – que vai trabalhar o autoconhecimento, resgate da autoestima e mudanças de comportamento – associada aos Remédios Florais do Dr. Bach – que irão harmonizar suas emoções.

E, finalmente, que abra seu imenso coração para si mesmo, aprimore seu amor-próprio e, de forma madura, ame os outros sem apego nem cobranças e, principalmente, sem precisar “esmolar” o amor de ninguém.

(*Eliana Barbosa é psicoterapeuta, life coach, palestrante e escritora no campo do autodesenvolvimento, e apresentadora em TV e rádio)

AGINDO FEITO CRIANÇA

IMATURIDADE NOS RELACIONAMENTOS

(Autoria de Eliana Barbosa*)

Você já se deu conta das vezes em que, diante de um desafio, agiu como criança?

Para ajudá-la a detectar estes momentos e a se melhorar dia a dia, eu vou listar, aqui, 7  situações que revelam a sua imaturidade emocional e o que você pode fazer para ser mais adulta em suas atitudes e escolhas:

  • Você fica emburrada quando alguém vai contra as suas ideias? Cresça e entenda que as opiniões diversas das suas podem trazer muito aprendizado pra você!
  • Você passa a vida tentando agradar todo mundo, em busca de aprovação? Fortaleça sua autoestima, sabendo que a pessoa a quem você tem que agradar, em primeiro lugar, é VOCÊ! Quanto mais você se amar, mais o mundo irá lhe oferecer amor e respeito. Tudo começa por você!
  • Você se sente injustiçada pela vida?.. Saia do “clube das vítimas” e veja que você está exatamente onde você se colocou, sendo tratada da forma como você permitiu, vivendo experiências que você escolheu. Então, assuma a responsabilidade por sua vida e mude, hoje mesmo, no que for preciso.
  • Você tem ciúme de suas amigas?.. Saia desse egocentrismo infantil de achar que o mundo gira ao seu redor.
  • Você ainda sonha com um príncipe encantado para salvá-la e protege-la? Acorde!!! Você precisa primeiro resolver seus problemas, se sentir forte e autoconfiante para, assim, atrair um parceiro positivo e leal que, embora imperfeito, seja alguém que busca ser melhor a cada dia.
  • Você mendiga o amor e a atenção das pessoas? Pois então, dê um basta nesta humilhação e comece a oferecer mais amor e atenção pra si mesma – vá ao salão de beleza para mudar o visual, faça um curso que lhe traga realização, e converse com sua criança interior dizendo a ela que, daqui para frente, quem vai supri-la de afeto e elogios é… Você mesma!
  • Você vive buscando diversão e aventura, que muitas vezes lhe causam transtornos? Tenha cuidado, porque a única pessoa responsável por você, hoje, é VOCÊ! E é muito ruim, depois das confusões, ter que lidar com a culpa das más escolhas. Por isso, maturidade é algo tão valioso nas relações interpessoais!

(*Life coach, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento,  apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra  palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos. Contato: eliana@elianabarbosa.com.br)

 

Clique para saber sobre meus ATENDIMENTOS