Arquivo de etiquetas: criança

PAIS EM CONFLITO E ALIENAÇÃO PARENTAL

 

(Autoria de Eliana Barbosa*)

 

Alienação parental é uma grande violência contra a indefesa criança!

E muitas vezes, vemos famílias que praticam a alienação parental não por maldade, mas simplesmente por ignorância, absoluto desconhecimento dos traumas que podem estar causando às suas crianças.

Por isso, é importante a divulgação sobre este tema!!!

Abaixo, este artigo de minha autoria publicado na revista feminina MALU, anos atrás, onde assinei a coluna semanal Alto Astral, por cinco anos:

PAIS EM CONFLITO

Tempos modernos, mães separadas, solteiras e, muitas vezes, sem maturidade para enfrentar os naturais problemas da educação de um filho.

Vemos, por um lado, mãe colocando filho contra o pai, e por outro, pai denegrindo a mãe… Situação lamentável para a criança, por total falta de preparo dos pais e seus familiares.

Vou falar, hoje, sobre como você, mãe, deve agir em casos de desavença com o pai de seu filho, evitando chantagens emocionais e abusos psicológicos que podem marcar a vida de sua criança, ou mesmo jovem, para sempre:

• Seu filho não é um objeto – não o use para se vingar ou provocar o pai dele. Quando percebe que é o pivô das desavenças, instala-se nele um inevitável sentimento de culpa, que pode acompanhá-lo por toda a vida. E culpa, lembre-se, gera autopunição… Daí tantos jovens destruindo suas vidas com as drogas… Talvez se punindo por culpas que carregam desde a infância…

• Respeite o direito de seu filho de amar o pai e a família paterna.

• Jamais fale para seu filho ou comente perto dele sobre os defeitos do pai. Isso deixa a criança confusa e insegura.

• Caso o pai não seja uma pessoa do bem, cuja convivência com seu filho possa prejudicá-lo física e psicologicamente, utilize meios legais para provar suas suspeitas, converse com um advogado, vá até o Conselho Tutelar, assegurando, assim, os direitos da criança.

• Observe o comportamento de seu filho, depois de estar com o pai. Se ele volta alegre, cantante, seguro, ótimo sinal. Procure incentivá-lo a gostar de estar com a família paterna, aos passeios que fará com eles, etc.

• Se ele volta agressivo, arredio e triste, não comente com ele sua preocupação, mas procure apoio psicológico e a Justiça, porque alguns pais, talvez inseguros em relação ao amor de seus filhos, os manipulam para que se revoltem contra a mãe e contra tudo o que vem da mãe – a escola, a religião, os remédios, os amigos, e até sua família. Isso é abuso!

• O importante é que você, mãe, entenda que a criança, por menor que seja, sente o conflito entre os pais, e isso lhe gera um grande desconforto. Por isso, preserve-a de seus comentários ressentidos, de críticas, acusações e brigas. Toda criança precisa de amor e paz para ser feliz!

 

(*Eliana Barbosa é psicoterapeuta, life coach, autora e palestrante no campo do autodesenvolvimento, e apresentadora em TV e rádio – eliana@elianabarbosa.com.br)

 

38 PODEROSAS ESSÊNCIAS – FLORAIS DE BACH

 

 

IMAGEM 1 - FLORAIS DE BACH

 

A IMPORTÂNCIA DOS FLORAIS DE BACH

                (Por Fernando Vieira Filho* e Eliana Barbosa**)

 Nos últimos séculos, devido à influência do filósofo francês René Descartes (1596-1650), as Ciências, principalmente a médica, têm visto e tratado o ser humano como se fosse um “grande relógio” composto de peças distintas que formam um complexo maquinário de carne e ossos.

Precisamos entender que NÓS SOMOS UM TODO – físico, mental, emocional e espiritual –, e os medicamentos alopáticos (sintetizados em laboratórios) e os fitoterápicos (feitos de plantas, raízes, sementes, chás…) agem na parte física da pessoa.

Por outro lado, os Florais de Bach agem em nosso estado emocional e espiritual, “resgatando” nossas emoções positivas e desejáveis, substituindo aquelas negativas.

O sistema de terapia idealizado pelo médico patologista inglês Dr. Edward Bach (1886-1936) é composto de 38 essências naturais extraídas de flores silvestres do País de Gales, na Grã-Bretanha, que foram desenvolvidas para atuar sobre os estados emocionais dos humanos, animais e sobre as propriedades vitais das plantas.

Estas 38 essências foram divididas em 7 grupos:

1.      Para os que sentem medo, com 5 opções de essências florais.

2.      Para os que sofrem de indecisão, com 6 opções de essências.

3.      Para a falta de interesse no aqui e agora (presente), com 7 opções de essências.

4.      Para a solidão, com 3 opções de essências.

5.      Para os demasiados suscetíveis a influências e ideias, com 4 opções de essências.

6.       Para desânimo e desespero, com 8 opções de essências.

7.       Para as pessoas controladoras, com 5 opções de essências florais.

Este sistema médico, atualmente, é reconhecido pela O.M.S. (Organização Mundial da Saúde) e é muito utilizado na Inglaterra, França e principalmente na Alemanha, por médicos, psicólogos e terapeutas credenciados.

Os remédios Florais de Bach podem ser usados por pessoas de todas as idades, eles não interagem de forma negativa com nenhuma outra forma terapêutica, seja homeopática, fitoterápica ou alopática.

A ação do remédio floral se dá entre 3 horas e 8 semanas após ter sido administrado. 

As pessoas tratadas com os Florais de Bach sentem-se mais livres e independentes, com maior capacidade de ação. Os casos agudos ou leves são mais fáceis de tratar, os crônicos mais demorados.

A Ciência Psicossomática e a Neurociência têm nos provado, através de pesquisas e experiências exaustivas nos últimos anos, que emoções desarmônicas levam as pessoas a “fazer”, de forma absolutamente inconsciente, as doenças de todos os tipos possíveis, e até os acidentes, que podem causar a morte ou a incapacitação física permanente.

E, como disse Dr. Edward Bach: “A doença é apenas e tão somente corretiva. Ela não é vingativa nem cruel; mas é o meio adotado pela nossa Alma para nos mostrar os nossos erros, nos impedir de cometer erros ainda maiores, nos impedir de causar maiores danos e nos trazer de volta àquele caminho da Verdade e da Luz do qual nunca deveríamos Ter nos afastado”.

E disse mais: “Os medicamentos devem atuar sobre as causas e não sobre os efeitos, corrigindo o desequilíbrio emocional no campo energético”.   

Aproveitamos a oportunidade para comunicar a todos os interessados na Psicoterapia, na Terapia com Florais de Bach e/ou no Coaching de Relacionamentos que nossa Clínica é em Uberaba – MG e que fazemos atendimentos também pela Internet, via SKYPE, para clientes de todo o mundo! 

Contem conosco no que precisarem!  

*Fernando Vieira Filho é psicoterapeuta, terapeuta de Florais de Bach e autor do livro “CURE SUAS MÁGOAS E SEJA FELIZ!” –  www.harmoniacomflorais.com     ///   Fones: 34-3077-2721 ou 34-99972-4096

**Eliana Barbosa é psicoterapeuta, terapeuta de Florais de Bach, coach de relacionamentos, palestrante motivacional e autora de livros no campo do autodesenvolvimento, dentre eles “ACORDANDO PARA A VIDA” – www.elianabarbosa.com.br      /// Fones: 34-3075-2951 ou 34-99972-4053

 

ATENDIMENTOS 2

Como vai sua criança interior?

 

Autora:Eliana Barbosa

Um convite para você: vamos refletir, hoje, sobre a criança que mora dentro de você e que, possivelmente, encontra-se abandonada e rejeitada.  Como vai sua criança interior? Você tem se lembrado dela? Por onde anda sua alegria de viver, espontaneidade, capacidade de sonhar, de querer crescer e acreditar nos outros?

Observe sua vida como está agora: se você é uma pessoa insegura, com medo da solidão, que está sempre tentando agradar a todos e perdeu o senso de imaginação, é sinal que sua criança interna está vivendo momentos de rejeição e esquecimento. É hora de resgatá-la, com todo direito que você tem de ser um adulto feliz e realizado.

Para você caminhar na direção do autoconhecimento e da plenitude como ser humano, você precisa despertar a criança adormecida que mora dentro de você. Use o seu lado “pai”, que geralmente é crítico, e transforme-o em um “pai nutritivo”, que vai deixar sua criança interna mais livre, mais criativa, sentindo prazer nas pequenas coisas, apreciar a Natureza, andar de pés descalços, rolar pelo chão com o ser amado, tomar o sorvete preferido, sonhar com uma bela casa, uma viagem inesquecível, uma vida plena de imaginação e criatividade.

Se você conseguir ser um adulto que cuida com carinho e respeito da sua parte criança, certamente, você terá mais equilíbrio emocional, confiança e autoestima, o que lhe proporcionará uma vida mais autêntica e feliz!

Concluindo, deixo a você, caro leitor, uma orientação de como resgatar, apoiar e afagar sua criança interior: coloque, em seu quarto, perto de sua cama, uma fotografia sua aos seis anos de idade, e todos os dias, ao se levantar, converse com esta criança, perguntando a ela: “Minha criança, o que eu posso fazer por você, hoje, para vê-la feliz?”

Com certeza, ao longo do dia, através de aparentes coincidências, você obterá as respostas de sua criança interna e se sentirá muito bem em estar valorizando a pessoa mais importante da sua vida: VOCÊ MESMO!

(*Eliana Barbosa é apresentadora de TV, palestrante e autora de diversos livros no campo do autodesenvolvimento.)

 ASSINAR NEWSLETTER