Arquivo de etiquetas: Auto-Estima

Auto-estima e beleza


Tenho 20 anos, acho a minha vida muito chata e não gosto de me olhar no espelho, porque me acho feia. Não tenho amigos, porque sou muito fechada. Na verdade, não gosto de ser como sou. Será que consigo ver o mundo de um jeito melhor? (Bia)

 

O seu problema, Bia, é de baixa auto-estima e, conseqüentemente, falta de autoconfiança. Como você mesma não está satisfeita com o seu jeito de ser, é hora de tomar a atitude de promover uma mudança positiva em sua vida. Aprender a se amar é uma atitude muito importante na vida, porque a partir dela podemos alcançar o sucesso, os bons relacionamentos e a paz interior. A sua saúde e beleza também dependem do quanto você se ama. Quando você se sente bem, você informa esse sentimento ao cérebro, que informa as células, que por sua vez vão tonificar a pele e encantar a expressão, deixando o seu olhar mais amistoso e encantador. Bia, tudo o que pode existir de melhor para a sua vida, começa dentro de você!

Rebeldia


Tenho um filho que às vezes é rebelde, sem ser agressivo, às vezes é apático, e não gosta de fazer tarefa de casa. Penso que não vou conseguir educá-lo adequadamente. O que fazer, para melhorar minha autoconfiança e auto-estima que estão em baixa?” (Maria Inês)

 

Maria Inês, hoje em dia, infelizmente, as crianças e os jovens estão muito apáticos em relação aos estudos e tornam-se rebeldes quando cobramos deles mais dedicação. Faltam, na maioria das escolas, métodos modernos para despertar nos alunos desta geração o interesse pela aprendizagem. Não permita que este comportamento de seu filho abale a sua autoconfiança. Seja rigorosa e disciplinada, e procure descobrir o que é que motiva o seu filho, passando a valorizar mais as suas atitudes positivas. Diga a ele que, seja o que for, você o ama muito; o que você não gosta e desaprova é o seu comportamento, e que este pode ser mudado para melhor. Quanto à sua própria auto-estima, respeite-se mais, com admiração e reconhecimento por conseguir fazer tanto por todos, a cada dia. Em vez de sentir-se culpada pelo que não pôde fazer, sinta-se vitoriosa pelo que você conseguiu fazer.