Arquivo da categoria: Conversando com Eliana Barbosa

TODA MUDANÇA DEVE COMEÇAR EM … VOCÊ!

 

(Por Eliana Barbosa)*

Muito se fala sobre a importância de estarmos sempre abertos às naturais mudanças da vida, entretanto, quando chega a hora de testar a nossa flexibilidade emocional diante dos desafios que nos aparecem, muitos de nós nos sentimos acuados, amedrontados e inseguros.

E você: Como se comporta diante das mudanças: Como alguém que espera os outros ou o mundo mudar para você ser feliz, ou você assume a autoria da sua história e encara as mudanças necessárias, com coragem e determinação?

Há muitas pessoas que, em busca de seu crescimento pessoal e profissional, procuram leituras, conversas, programas inspiradores, e apoio psicoterapêutico, que podem funcionar para elas como um “toque de despertar”, levando-as a realmente acordar para a vida.

Elas entendem que são as únicas pessoas capazes de mudarem as suas vidas, e, com isso, começam um processo de mudança interior, combatendo os pensamentos limitantes, corrigindo comportamentos destrutivos, transformando medos em coragem, e revolta em gratidão.

Entretanto, outras há que ainda acreditam que precisam do reconhecimento e da mudança externos para se sentirem completas e felizes. E passam uma vida inteira esperando… – pelo elogio dos outros, pelo parceiro perfeito, pelo pedido de desculpas de quem os ofendeu, esperando em vão…

Tais pessoas não percebem que o mundo só vai reconhecer seus talentos quando elas mesmas reconhecerem o quanto são especiais para o mundo.

Por isso, pare de tentar mudar os outros!

Por favor, pare de esperar que os outros mudem para você se realizar!

Você está perdendo o seu precioso tempo, porque ninguém é capaz de mudar ninguém, a não ser a si mesmo!

E se você está aí, empenhado em mudar a si próprio, para prosperar e vencer,  parabéns!

E vá com calma, não se apresse. Faça a sua parte e saiba que grandes transformações não acontecem da noite para o dia.

Elas são lentas e muitas vezes imperceptíveis para aqueles que nos cercam. Mas, com a sua persistência, chegará o dia em que os tão esperados resultados virão à tona.

Alguns dirão que foi sorte; mas você saberá que a sua sorte foi, nada mais nada menos, do que muitas oportunidades que encontraram uma mente preparada para vencer.

Use em sua vida o exemplo do bambu chinês, arbusto que depois de ter sua semente plantada, tem todo o seu crescimento subterrâneo, por longos quatro anos. Só então, no quinto ano de vida,  é que o bambu chinês cresce, até atingir 24 metros. E depois, devido à sua flexibilidade, não se deixa abater diante das tempestades – tomba, mas não quebra! Belo exemplo para todos nós!

Outra lição do bambu chinês | China na minha vida

GUARDE BEM: O grande segredo da plenitude de viver é você entender que nada na sua vida vai mudar se você não mudar primeiro!

Arrisque-se a mudar, dê o primeiro passo, e, como disse o grande pacifista Mahatma Gandhi (1869-1948), “Seja você o exemplo de mudança que deseja ver no mundo.” 

Abraços felizes!!!

 *Eliana Barbosa é psicoterapeuta, escritora e palestrante motivacional. Clique para se inspirar mais: https://linktr.ee/elianabarbosapsicoterapeuta

 

ASSERTIVIDADE SEM CULPAS

 

(Por Eliana Barbosa)*

Como todos sabemos, o ingrediente fundamental para o sucesso, tanto pessoal quanto profissional é a AUTOESTIMA, e um dos requisitos para aprimorar a nossa autoestima é a ASSERTIVIDADE, palavra pouco conhecida, ligada à palavra “asserção”, que significa afirmação, alegação, asseveração. Simplificando, é o seguinte: ter um comportamento assertivo é saber dizer “sim” quando quiser dizer “sim” e dizer “não”, sempre que necessário.

Muitas pessoas se proclamam como assertivas e autênticas, quando na verdade são agressivas, impondo suas idéias e seus conceitos.

Por outro lado, a assertividade é característica de pessoas autoconfiantes, seguras da sua própria vontade, que sabem defender o seu lugar no mundo, sem agressividade ou prepotência.

Você sabe por que é tão difícil ser assertivo? Porque não foi isso que você aprendeu, desde criança.

Falando de forma generalizada, o que você vivenciou, ao longo de sua vida, é que, para ser aceito pela família ou pela sociedade, você precisa concordar com tudo o que eles querem, ser um “bonzinho” para todos, porque, caso contrário, você corre o risco de perder a atenção destas pessoas.  E, como é muito mais confortável balançar a cabeça afirmativamente, e não correr riscos, você acaba aceitando o que não quer, para evitar brigas e “cara feia”.

Pois é, o lamentável é que a falta de assertividade pode conduzir as pessoas às doenças, porque “engolir sapos”, com certeza, causa “indigestão” em qualquer um. A pessoa que age assim funciona como uma panela de pressão, chegando uma hora em que não suporta mais e aí as suas emoções negativas se convertem em dores, doenças cardíacas ou outras, mais sérias ainda.

A falta de assertividade começa na infância, acompanhada pelo medo do abandono e segue, vida afora, afetando os relacionamentos afetivos e profissionais.

A pessoa que não consegue, ou melhor, não escolhe exercer o seu direito de assertividade vai, aos poucos, tornando-se desmotivada, sem carisma, totalmente sem objetivos, porque não é capaz de saber o que realmente quer para si, deixando-se conduzir pela opinião daqueles que a cercam.

É uma situação lamentável porque é grande o número de indivíduos cheios de talentos que se agarram a situações “mais ou menos” por medo da mudança, por receio de não serem aceitos se agirem diferente.

Procure em suas lembranças as experiências em que você conseguiu dizer “não” quando teve vontade e perceba como você se sentiu bem e autoconfiante, nesta situação.

Entretanto, cuidado: não estou dizendo aqui para você negar tudo o que lhe pedem e cultivar o egoísmo, e sim, que você aprenda a escutar, com clareza, o seu próprio coração.

Desenvolva em si a capacidade de fazer escolhas pelos seus próprios critérios, sem temer críticas e reclamações, e, principalmente, seja assertivo sem culpas.

Guarde bem: quanto mais você praticar a assertividade, com diplomacia e sem agressividade, mais encantador e respeitado você se tornará, e, melhor ainda, servirá de exemplo de autovalorização e autoconfiança para as pessoas à sua volta.

Pense nisso com carinho!

*Eliana Barbosa é psicoterapeuta, escritora e palestrante motivacional. Clique para se inspirar mais: https://linktr.ee/elianabarbosapsicoterapeuta

LEIA MAIS SOBRE ESTE TEMA, CLICANDO ABAIXO:

QUANDO É HORA DE DIZER “NÃO” 
ENTREVISTA: BONDADE DEMAIS PODE ESCONDER PROBLEMA COM A AUTOESTIMA

 

AGINDO FEITO CRIANÇA

(Autoria de Eliana Barbosa)

Você já se deu conta das vezes em que, diante de um desafio, agiu como criança?

Para ajudá-lo a detectar estes momentos e a se melhorar dia a dia, eu vou listar, aqui, 7  situações que revelam a sua imaturidade emocional e o que você pode fazer para ser mais adulto em suas atitudes e escolhas:

  • Você fica emburrado quando alguém vai contra as suas ideias? Cresça e entenda que opiniões diversas das suas podem trazer muito aprendizado pra você!
  • Você passa a vida tentando agradar todo mundo, em busca de aprovação? Fortaleça sua autoestima, sabendo que a pessoa a quem você tem que agradar, em primeiro lugar, é VOCÊ! Quanto mais você se amar, mais o mundo irá lhe oferecer amor e respeito. Tudo começa por você!
  • Você se sente injustiçado pela vida?.. Saia do “clube das vítimas” e veja que você está exatamente onde você se colocou, sendo tratado da forma como você permitiu, vivendo experiências que você escolheu. Então, assuma a responsabilidade por sua vida e mude, hoje mesmo, no que for preciso.
  • Você tem ciúme de seus amigos?.. Saia desse egocentrismo infantil de achar que o mundo gira ao seu redor.
  • Você, mulher, ainda sonha com um príncipe encantado para salvá-la e protege-la? Acorde!!! Você precisa primeiro resolver seus problemas, se sentir forte e autoconfiante para, assim, atrair um parceiro positivo e leal que, embora imperfeito, seja alguém que busca ser melhor a cada dia. IMATURIDADE NOS RELACIONAMENTOS
  • Você mendiga o amor e a atenção das pessoas? Pois então, dê um basta nesta humilhação e comece a oferecer mais amor e atenção pra si mesmo – inscreva-se em uma academia, vá ao nutricionista para aprender a se cuidar melhor, faça um curso que lhe traga realização, e converse com sua criança interior dizendo a ela que, daqui para frente, quem vai supri-la de afeto e incentivos é… Você mesmo!
  • Você vive buscando diversão e aventura, que muitas vezes lhe causam transtornos? Tenha cuidado, porque a única pessoa responsável por você, hoje, é VOCÊ! E é muito ruim, depois das confusões, ter que lidar com a culpa das más escolhas. Por isso, maturidade é algo tão valioso nas relações interpessoais!

Pense nisso com carinho!!!

 

(Inspire-se mais, clicando aqui: https://linktr.ee/elianabarbosapsicoterapeuta)

 

COMO ESTIMULAR, DESDE CEDO, A AUTOESTIMA NAS CRIANÇAS

(Autoria de Eliana Barbosa)

A autoestima é um sentimento que está presente na vida de cada um de nós, desde a mais tenra idade. Entretanto, se a educação que a criança teve foi baseada na insegurança e no medo, isso poderá abalar fortemente seu senso de valor e amor próprio, até mesmo na vida adulta. Daí a importância de estimular nas crianças, desde cedo, a autoconfiança e a autovalorização.

Mas como os pais devem proceder para que seus filhos cresçam com autoestima, sem a confundirem com o egoísmo? Vejamos:

· Primeiramente, os pais devem se lembrar de que quando a criança era bebê, passou por inúmeros incentivos para se sentir bem consigo própria. O problema é que, junto com o desenvolvimento físico, mental e emocional das crianças, é muito comum, nas famílias, começarem a crescer também as críticas, censuras e desvalorizações. Então, que os pais observem suas próprias atitudes, no sentido de que, mesmo educando com o necessário amor-exigente, possam continuar a motivar seus filhos para a autoconfiança e independência.
· Que procurem apoiar a criança nas suas descobertas, mas nunca ajudar. Apoiar é estar ao lado acompanhando, incentivando, o que é muito positivo. Ajudar é fazer pela criança, e essa atitude é extremamente negativa, porque enfraquece a autoestima de quem é ajudado.
· Os pais devem ensinar a criança a lidar bem com a palavra “não”, tanto no sentido de aceitar os “nãos” que a vida oferece, quanto a saber dizer “não” para os erros e tolices que vai encontrar em seu caminho.
· Nunca diga à criança que ela tem que ser “boazinha”. Boazinha é pessoa bobinha, que aceita “engolir sapos” para evitar conflitos, ou agradar aos outros. Ensine seu filho a ser bom, tolerante, justo, mas que aprenda a emitir sua opinião, mesmo que contrária, com respeito, quando for preciso.
· Ame seu filho com desapego, preparando-o para “bater asas” o mais cedo possível. A criança saudável emocionalmente é aquela que é estimulada a buscar a sua independência.
· Elogios merecidos são de extrema importância para a criança, principalmente quando são dirigidos a ela, na frente de outras pessoas. Mas, muito cuidado: Se ficar só recebendo elogios, ela corre o risco de se acomodar. E ensine-a a se elogiar também, realizando suas tarefas sem ficar dependendo do reconhecimento dos outros.
· Para que cresça com plena autoestima, a criança precisa aprender a lidar com críticas, pois na vida, lá fora, o mundo não alisa a cabeça de ninguém, e, infelizmente, os julgamentos são bem mais numerosos do que os elogios.
· Quando for necessário emitir uma crítica ao comportamento da criança, lembre-se: nunca em público, e procure, antes de criticar, fazer um elogio. E, após chamar a atenção da criança sobre uma falha, termine sua conversa com outro elogio.
· Deixe claro, para a criança que cometeu um erro, que você está chateado não com a pessoa dela, mas sim com o comportamento dela e que atitudes podem ser mudadas a qualquer tempo.
· Criança com autoestima abastecida aprende, desde cedo, como se controlar diante das adversidades e das próprias limitações. Assim, começa a olhar os obstáculos da vida como desafios importantes para vencer.
· Vivencie com seu filho a solidariedade. Leve-o a campanhas assistenciais, para que ele conheça as dores do próximo e se sinta importante em poder colaborar para amenizá-las.
· Mostre à criança que condenações e queixas são posturas que a colocam distante dos outros, enquanto que amabilidade e sentimento de gratidão são atitudes que estreitam laços afetivos, sociais e profissionais.
· Ensine seu filho a valorizar as próprias conquistas, mesmo que pequenas, com comemorações para cada passo dado no caminho da vitória.
· Programe seu filho para o sucesso. Ensine-o a sonhar com realizações no futuro e a acreditar na felicidade.
· Mostre ao seu filho, desde pequenino, o valor do trabalho e do esforço, não como uma obrigação dolorosa, mas sim, como uma atividade que engrandece, que nos torna mais capazes e autoconfiantes.
· Uma das melhores formas de deixar seu filho ciente do próprio valor, é educá-lo no regime da “meritocracia”, ou seja, ele apenas receberá dos pais e da vida aquilo que fizer por merecer.
· Assim, com seu próprio exemplo, ensine sua criança a desenvolver, em si mesma, o auto-respeito – “Eu mereço ser bem tratada!” -, autoconfiança – “Eu sou capaz! -, e amor e carinho por si mesma – “Eu me amo, me admiro e me nutro de confiança e afeto”.

 

(Clique aqui para mais inspiração: https://linktr.ee/elianabarbosapsicoterapeuta🌻)

 

Se você está precisando APRIMORAR SUA AUTOESTIMA, 
Eis aqui um TREINAMENTO 100% online – PARA MULHERES!

O PODER TRANSFORMADOR DAS METAS

Assista, abaixo, a ENTREVISTA em 3 blocos com o coach, escritor e palestrante TOMMY NELSON, no PROGRAMA ELIANA BARBOSA E VOCÊ – TV MUNDI

BLOCO 1: 
BLOCO 2: 
BLOCO 3: 

(Entrevista gravada em Outubro de 2011)

Se a sua META mais IMPORTANTE é APRIMORAR SUA AUTOESTIMA, PARABÉNS!!!
Eis aqui um TREINAMENTO 100% online – PARA MULHERES!

 

 

10 DICAS TRANSFORMADORAS PARA UM ANO PROMISSOR

(Autoria de Eliana Barbosa*)

Estamos finalizando um ano que, apesar de tanto planejamento, nos mostrou que algumas coisas estão fora do nosso controle.

E mesmo sabendo que 2021 ainda é incerto para todos nós, que possamos fazer resoluções assertivas no sentido de não perdermos nossa fé e nosso ânimo.

Seguem abaixo, então, 10 dicas transformadoras para que este Novo Ano, mesmo com suas incertezas, seja um período de crescimento interior:

  1. Disponha-se a se amar em primeiro lugar, porque o mundo só reconhece quem tem consciência de seu próprio valor. Tenha coragem para se posicionar diante da vida, parando de abrir mão de seus valores e preferências só para agradar os outros. Chegou a hora de ser sincero com sua alma!
  2. Combata a mania de perfeição, aceitando suas limitações, sem, contudo, deixar de fortalecer suas qualidades.
  3. Amplie sua FÉ, acreditando no Sopro Divino que pode mudar toda a sua história, de um segundo para o outro. Lembre-se que para Deus não existe o impossível. Ele atua no campo do sobrenatural, então, continue firme em seus propósitos de ser cada dia um ser humano melhor e confie na Providência. E jamais perca uma oportunidade de fazer o bem, trazendo luz e esperança a quem necessita.
  4. Planeje com sabedoria –  Diante dos desafios que enfrentamos em 2020, aprendemos que planejar só funciona se tivermos flexibilidade para lidar com esta “caixinha de surpresas” que é a vida. A sabedoria consiste em ser um otimista-realista, ou seja, esperar o melhor, estando preparado caso o pior aconteça. Isso é ter “plano B” para todas as questões da sua existência, o que traz mais segurança e maturidade para seus dias.
  5. Comece o ano disposto a ter um olhar especial para sua saúde, que é a sua, a minha, a nossa maior riqueza! Para isso, pare de adiar aquela visita ao médico, ou ao terapeuta, e coloque seu corpo, sua mente e sua alma alinhados no grande sentido da vida – ser feliz – e, assim, poder fazer os outros felizes.
  6. Escolha o perdão como forma inteligente de viver –  Comece se perdoando pelas tolices e más escolhas, e perdoe seus desafetos, lembrando-se que perdão não quer dizer aceitação e sim, deixar de dar importância a algo que ficou no passado.
  7. Em cada momento de sua vida, pense, sinta e respire gratidão – pelo que foi, pelo que é e pelo que será! A gratidão tem o poder de atrair a abundância e a felicidade para quem a vivencia!
  8. Chegou a hora de romper todos os laços nefastos com a mania de reclamar e de criticar. Daqui para frente, treine o seu olhar para extrair o que há de positivo diante dos desafios e adversidades.
  9. Decida acabar com o poder das emoções em controlar sua vida. Agora, serenamente, você irá tomar conta de seus pensamentos, emoções, palavras e atitudes, o que representará mais saúde e equilíbrio em seus dias.
  10. Assim, minuto a minuto, exercite a confiança em seu potencial, que refletirá em sua autoimagem, abrindo portas para brilhantes oportunidades. Liberte seu poder interior e permita-se ser feliz, hoje e sempre!

Guarde isso: Como bem disse o filósofo alemão Immanuel Kant, “Avalia-se a inteligência de um indivíduo pela quantidade de incertezas que ele é capaz de suportar.”

Que você seja, portanto, inteligente e maduro para suportar as naturais incertezas da vida!

Feliz Ano Novo!

 

*(Eliana Barbosa é life coach, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento,  apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra  palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos. Contato: eliana@elianabarbosa.com.br)

 

 

ATENDIMENTOS 2