Arquivo diário: 23 de Agosto de 2012

PERSISTÊNCIA OU TEIMOSIA?

Eliana Barbosa*

Você alguma vez já pensou no quanto a teimosia pode ter atrasado ou estar atrasando sua vida? Muitas pessoas não entendem a diferença entre persistência e teimosia. PERSISTIR é ser constante e perseverar naquilo que você acredita ser o certo e o melhor. É algo que se faz com positividade, com fé, e certeza do sucesso. TEIMAR  também é insistir, obstinar, porém de uma forma negativa, porque está mais ligada a um capricho, a uma pirraça, a uma necessidade de autoafirmação, que geralmente leva ao sofrimento e à ruína.

Observe seu relacionamento afetivo, seu trabalho, amizades, família, e reflita comigo: Se você está vivendo um relacionamento afetivo “tóxico”, sufocante, que não lhe traz realização e que não leva felicidade ao seu parceiro, continuar neste relacionamento é teimosia, e não persistência, porque é buscar o sofrimento. Por outro lado, se você tem uma empresa com dívidas, mas percebe que ela tem potencial para sobreviver, insistir na sua permanência é persistência e é altamente positivo. Neste caso, vale a pena perseverar!

É preciso muito bom senso para saber discernir onde você está teimando e onde está persistindo em sua vida. Um bom sinalizador é: se você só visualiza dores e aborrecimentos no seu futuro, não buscar a mudança será teimosia. Mas se você – não com ilusões, mas com maturidade  –  consegue vislumbrar tempos melhores, então persista naquilo que você acredita.

Portanto, fique atento: muitas vezes, por causa de sua teimosia, você se apega a pessoas e situações que podem abalar sua autoestima e destruir seus sonhos.

Chegou a hora de você se desapegar da dor e permitir mais prazer e felicidade em sua vida! E essa é uma decisão só sua!

Pense nisso com carinho!

(*) palestrante; apresentadora de TV e rádio e  autora de livros motivacionais